coração morto

Author: Edwin lucas /



Cale-se toda a dor e canção de amor pela minha boca já dita!
Morra agora todo o sentimento já sentido
E todo amor (na memoria) já vivido
Neste coração estéril, morto mas ainda vivo.
Sim, agora bate no meu peito o coração morto,
Bate agora e livre do destino desgostoso,
Corre agora o sangue negro e impuro da
Indiferença fria e muda no coração morto.
Mas perdi também o apaixonar, matei também a ti,
Do meu peito o ar, calei tuas palavras doces e ilusórias,
Esterilizei minhas lembranças e minhas historias.
Acabei com tudo dentro de mim (e comigo mesmo)
Acabei com tudo que acreditava, minha vida em eu destino,
E agora sou mais um coração morto, coração partido de um menino.

Edwin lucas

1 comentários:

lucas disse...

PS: não gente, eu não me matei se é isso q vcs pensam XD a morte é no sentid figurado só isso

Postar um comentário